14 de jul de 2009

Kocherlball

Nos domingos de verão do século XIX, sempre que havia sol, os empregados domésticos de Munique (cozinheiros, arrumadeiras, babás, cocheiros...) se encontravam na Torre Chinesa do Englischer Garten para dançar. Mas como eram empregados por período integral precisavam encontrar um horário alternativo para a diversão, fora do expediente... bom, daí só sobrava de manhã, bem cedinho, lá pelas 5 horas da manhã. Esse costume foi proibido em 1904, devido a sua “falta de decoro” e apenas em 1989 é que voltou a ser realizada.

Obviamente que no final do século XX não fazia mais sentido realizar um baile às 5 horas da manhã do domingo, mas o que era apenas um resgate histórico entrou no gosto do povo e hoje em dia ela é uma das maiores festas populares de Munique, chegando a reunir 15.000 pessoas por baile. Desde então o evento é realizado anualmente no terceiro domingo de Julho e em caso de chuva é adiado para a semana seguinte. Ainda começa bem cedo, as 6 da manhã e acaba pontualmente às 10 horas, mas muita gente chega antes, lá pelas 4 horas só pra garantir um bom lugar. Isso sem falar em quem vira a noite de sábado e vai direto pro baile.

Ela ainda é uma festa tipicamente bávara, sempre com grupos musicais ao vivo tocando valsa, polca, Zwiefacher, Boarische e os Münchner Francaise. A maneira como o povo vai vestido é um show à parte. A maioria vai de traje mesmo (Dirndl e Lederhose), alguns usam uniformes antigos ou roupas do século XIX e sempre é comum encontrar alguns reis Ludwig e rainhas Sissi.

O Kocherlball é um bom exemplo da existência da cultura popular nas grandes cidades da Alemanha. É a prova de que com um pouquinho de mudança o folclore encontra a adaptação necessária para manter sua continuidade. Então, caso você esteja de bobeira em Munique no próximo domingo (dia 19), taí uma boa dica do que fazer!

Claudia Entres

Para saber mais...