4 de mai de 2008

Release

HISTÓRICO

O Clube Concórdia, fundado em 1869 como "Sängerbund Verein", sempre se esforçou para manter as tradições de seus antepassados e fundadores. Em 1961 o Clube Concórdia idealizou realizar em suas dependências uma festa nos mesmos moldes da Oktoberfest de Munique, logicamente em outras proporções. Sendo assim, não poderia faltar a apresentação de danças típicas. Foi neste momento que a Sra. Isa Marckmann se ofereceu para treinar os jovens associados do Clube Concórdia com um pout-pourri de danças que ela conhecia. Neste ano iniciaram-se as atividades do Concordias Germanische Volkstanzgruppe (Grupo Folclórico do Clube Concórdia) e desde então, já há 46 anos, continua ininterruptamente com suas atividades, sempre pesquisando, aprimorando seu repertório e mantendo em um ambiente saudável e amistoso as tradições que seus antepassados trouxeram de terras tão longínquas.


Nosso grupo preocupa-se em divulgar a cultura germânica através de apresentações públicas em eventos sociais. Faz parte de nossas atividades, inclusive, levar a alegria e o encanto das danças para lares, orfanatos e outras entidades carentes. Somos um grupo amador, que prioriza a amizade e o conhecimento cultural. Somando quase 30 integrantes no grupo adulto e 15 crianças no grupo infantil, temos como objetivo desenvolver uma atividade saudável mantendo as tradições do folclore do povo germânico. Através de cursos e viagens, aprofundamos nossos conhecimentos em danças, bem como buscamos manter a autenticidade dos trajes e costumes por nós representados.

No repertório do grupo, existem danças da Alemanha, Áustria e Suíça e possuímos trajes tradicionais da região do Chiemsee (Baviera), Zillertal (norte da Áustria) e Böhmerwald (atual República Tcheca). Várias apresentações foram realizadas em Curitiba, cidades e estados vizinhos, e até na Argentina.

FOLCLORE E AÇÃO SOCIAL

Atualmente o Concordias Germanische Volkstanzgruppe realiza apresentações folclóricas em entidades filantrópicas, como convidado e voluntariamente. Buscamos com isso, além de difundir as tradições germânicas, levar alegria e um pouco de solidariedade a entidades como creches, asilos, escolas, hospitais, dentre outros.

O grupo é muitas vezes convidado a participar como atração artística em feiras beneficentes. As organizações que nos convidam buscam ampliar o público de seu evento, visando atrair mais doações e a participação da população em prol de melhorias sociais. Como exemplos de tais eventos podemos citar a Feira de Santa Rita de Cássia, Festa de São Francisco no Largo da Ordem e a Festa Junina da Casa dos Pobres São João Batista. O grupo participa todos os anos desses e de outros eventos beneficentes com muito entusiasmo e de forma altruísta, pois sabe que muitas pessoas serão beneficiadas com o evento.

FILOSOFIA DO GRUPO

A colônia alemã no Paraná é uma das mais importantes do Brasil, tanto em número de imigrantes quanto pela sua significativa representatividade cultural, pois aqui ainda se preserva o idioma, costumes, religião, festividades, culinária, música, dança, etc... Portanto a cultura germânica formou e forma a identidade cultural do Paraná e de Curitiba. Apresentar à população a cultura do povo que constitui parte da sua identidade ajuda na compreensão da importância de se conhecer e vivenciar a riqueza cultural e valorizar a diversidade.

O grupo entende também que o folclore só existe quando compartilhado, pois ele é criado pelo e para o povo. Por isso a cultura popular deve ser acessível a todos e nas nossas apresentações o público sempre é convidado a experimentar um pouco das danças.
O Concordias Germanische Volkstanzgruppe é muito mais do que um grupo de dança. Além de pesquisar e estudar as danças e músicas tradicionais germânicas, tem como objetivo principal reunir pessoas que tem interesse em viver e compartilhar a cultura alemã. Essa vivência não ocorre apenas nos ensaios e apresentações, ela ocorre no dia-a-dia de cada folclorista que entende a importância de sua atuação no grupo, espera ansioso pelas festas da cerveja em outubro, reúne os amigos para provar pratos tradicionais, veste o traje com orgulho se preocupando com cada detalhe, pois sabe da importância de cada elemento. Por isso, independente da descendência todos os integrantes desse grupo folclórico realizam as atividades com muito amor e orgulho. Isso é o que dá significado ao folclore e torna-o vivo ainda hoje.